“Vamos perseguir o equilíbrio do desenvolvimento no Estado”, destaca Merisio no Planalto Norte

Candidato da coligação “Aqui é Trabalho” esteve em Mafra e Canoinhas na tarde desta terça-feira (18)

 

“O Estado tem que ser visto como um só. Não pode ter um Estado de Joinville, um Estado de Blumenau, um Estado de Chapecó e um Estado de Araranguá, Mafra e Canoinhas. Temos que olhar do ponto de vista da economia e os indicadores têm que ser absolutamente equilibrados, e isso nós vamos perseguir desde o primeiro dia”.

A afirmação é do candidato a governador Gelson Merisio (PSD) e foi feita durante reunião com representantes da Associação Empresarial de Canoinhas na tarde desta terça-feira (18).

Acompanhado do candidato a vice-governador João Paulo Kleinübing (DEM) e dos candidatos ao Senado Raimundo Colombo (PSD) e Esperidião Amin (PP), Merisio destacou que equilibrar o desenvolvimento e gerar oportunidades em todas as regiões de Santa Catarina é um dos seus principais objetivos como governador.

“Essa é uma questão muito cara para mim e que nós, enquanto sociedade, temos que prestar muita atenção. Santa Catarina tem quatro áreas com indicadores que medem qualidade de vida e desenvolvimento econômico abaixo da média estadual: Planalto Norte, Planalto Serrano, Extremo-Oeste e Extremo-Sul. O governo tem que agir de forma a equilibrar as oportunidades para permitir o desenvolvimento dessas regiões”, defendeu o candidato da coligação “Aqui é Trabalho”.

“E isso se faz com desoneração fiscal, se faz com uma política de investimento em infraestrutura também diferenciada e que permita que quem venha a investir no Planalto Norte, por exemplo, tenha a mesma competitividade como se investisse em Joinville”, explicou Merisio.

O candidato a governador destacou ainda que para atingir esse objetivo é necessário a “participação efetiva do governo”, promovendo desoneração fiscal criteriosa e também investimento pesado em infraestrutura. “Essa é a nossa grande missão que temos no Planalto Norte e com as demais regiões menos desenvolvidas de Santa Catarina”, destacou Merisio, lembrando da importância da presença de dois ex-governadores no Senado, a fim de dar força aos pleitos de Santa Catarina junto ao governo federal.

Roteiro em Mafra – Antes de Canoinhas, os quatro candidatos passaram por Mafra, onde caminharam pelo Centro e se reuniram representantes da Associação Empresarial. No encontro, o candidato a governador voltou a reforça sua disposição em “caminhar sempre para um processo de desburocratização e de fortalecimento da pequena empresa”.

“Esse é o caminho natural. Em hipótese nenhuma aumentar impostos e trabalhar na questão das desonerações para equilibrar a competitividade”, enalteceu Gelson Merisio.

Assim como fez na vizinha Canoinhas, em Mafra o candidato da coligação “Aqui é Trabalho” enfatizou que “o Planalto Norte é uma das regiões que precisam um tratamento tributário diferenciado, para que ele possa equilibrar a competitividade e criar uma nova matriz econômica, que seja sólida e garanta o desenvolvimento sólido da região”.