Recursos da PEC da Saúde devem ir para o maior mutirão de exames e cirurgias da história de SC, defende Merisio

Promover o maior mutirão de exames e cirurgias da história de Santa Catarina. Essa é a proposta do candidato a governador Gelson Merisio (PSD), autor da lei que mudou a Constituição do Estado para ampliar o investimento mínimo em Saúde. Até 2019, serão R$ 1,2 bilhão a mais para a área, recurso que Merisio pretende investir no atendimento aos pacientes de todo o Estado que aguardam na fila algum procedimento médico.

A ideia é firmar contratos com hospitais particulares de todas as regiões e garantir que o exame ou a cirurgia sejam custeados pelo Estado perto da casa do paciente, sem a necessidade de deslocamento para a Capital ou outra cidade de maior porte. “Uma das leis mais importantes que criei na Assembleia Legislativa foi a que injetou R$ 1,2 bilhão a mais na Saúde. E aonde vamos investir esse dinheiro? No maior mutirão de exames e cirurgias da história. Vamos contratar esses serviços em clínicas e hospitais de todo o Estado”, garante o candidato da coligação “Aqui é Trabalho”.

 

Foto de Luis Debiasi

 

Mais investimentos

Com a Emenda Constitucional (PEC) proposta por Gelson Merisio, Santa Catarina se tornou o primeiro Estado do Brasil a ter uma lei que amplia os investimentos público obrigatórios na área da Saúde. Também conhecida como a PEC da Saúde, a EC número 72 aumenta, de forma gradual, de 12% para 15% da arrecadação do Estado o investimento mínimo na Saúde. A previsão é que de 2017 até 2019, quando chegaremos aos 15%, o aumento represente R$ 1,2 bilhão a mais para a área. “Dinheiro nós já temos, agora é arregaçar as mangas e trabalhar”, destaca Gelson Merisio.