Redução do auxílio aluguel de escritórios regionais dos deputados

Até outubro de 2015, a Assembleia Legislativa gastava cerca de R$ 8 mil ao mês, por gabinete, com auxílio aluguel dos escritórios de representação dos deputados em suas bases. Para diminuir esse gasto, Merisio estabeleceu que a Assembleia passasse a fazer diretamente a locação e a manutenção desses escritórios, mas com um custo máximo mensal de R$ 2,5 mil por deputado, uma economia de quase 70%.