Na “Capital Econômica do Estado”, Merisio defende ações para destravar R$ 70 bilhões em investimentos

Setor privado enfrenta dificuldade para obter respostas junto ao licenciamento ambiental, setor que precisa ser fortalecido e capacitado, na opinião do candidato a governador

 

O candidato a governador Gelson Merisio (PSD) mais uma vez marcou presença em Joinville nesta campanha eleitoral. Na “Capital Econômica de Santa Catarina”, como Merisio intitula o município, ele se reuniu com a diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Joinville) nesta terça-feira (11). A conversa foi sobre a importância de investimentos na cidade para ampliar a competitividade.

“A questão ambiental precisa ser tratada com mais capacidade técnica e agilidade nas respostas. Tem uma empresa aqui em Joinville que precisa fazer apenas uma pequena ponte pra acessar um terreno que já é seu. Aguarda há anos uma resposta. Então foram investir os R$ 100 milhões programados em outro estado”, explicou Merisio, destacando que o Instituto do Meio Ambiente será um dos únicos órgãos que terá a estrutura administrativa reforçada caso seja eleito governador.

Para Merisio, a resposta pode e deve ser negativa quando há problemas ambientais. O mais importante é que seja veloz e técnica, independente de ser sim ou não, para que o investimento não fique congelado. “Hoje temos mais de R$ 70 bilhões parados por falta de resposta no licenciamento ambiental”, afirmou Merisio sobre os mais de 14 mil projetos que aguardam avaliação de viabilidade.

Em todas as agendas em Joinville participou a majoritária completa. Merisio teve ao seu lado o candidato a vice-governador João Paulo Kleinübing e os candidatos ao Senado na aliança, Esperidião Amin (PP) e Raimundo Colombo (PSD).

 

Foto de Luis Debiasi

 

Inovação empresarial

Em reunião no Perini Business Park, Gelson Merisio conheceu um pouco mais do centro de inovação privado que está sendo construído dentro do condomínio empresarial. O Ágora Tech Park contará com uma área de 140 mil metros quadrados, dos quais 4.600 metros quadrados de área construída no seu primeiro prédio, em um investimento de R$ 180 milhões e a integração com o campus Norte da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Com inauguração prevista para março de 2019, receberá startups, aceleradoras, coworkings, centros de pesquisa, fablabs e outras atividades relacionadas à tecnologia.

“Ao lado do Centro de Inovação da Univille em parceria com o Estado, esses serão pilares do ecossistema de tecnologia e inovação de toda região Norte do estado”, afirmou Merisio.

 

Mobilização política

Na agenda do dia, Merisio marcou presença também no encontro político organizado pelo candidato Rodrigo Thomazi, que concorre a uma vaga de deputado estadual pelo Progressistas. A reunião foi realizada em seu comitê de campanha, na noite dessa terça-feira.

Pela manhã, ele já tinha participado de um evento do candidato a deputado federal pelo PSC Jaime Evaristo, realizado na Sociedade Recreativa Alvorada.

 

Foto de Luis Debiasi