Em debate da Acaert, candidato Gelson Merisio apresenta propostas de seu plano de governo para Santa Catarina

Na manhã desta terça-feira (25), a Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão (ACAERT) realizou seu segundo debate em rede com os candidatos a governador de Santa Catarina. Participaram Gelson Merisio (PSD), Mauro Mariani (MDB), Décio Lima (PT), Carlos Moisés (PSL) e Leonel Camasão (PSOL). O candidato Jessé Pereira (Patriota), optou por não participar. Merisio, que lidera a coligação “Aqui é trabalho”, fez questão de destacar as propostas que quer aplicar de forma imediata caso eleito na transmissão ao vivo para 53 rádios de todo o estado.

“Quero ser governador porque precisamos extinguir as regionais e diminuir drasticamente os cargos comissionados. Quero ser governador porque precisamos acabar com a pobreza extrema que não deveria mais existir em Santa Catarina. Quero ser governador porque precisamos ter um Detran digital, em que o cidadão não precise ser massacrado em filas de espera para ter acesso aos seus documentos. Quero ser governador para trazer da reserva 5 mil policiais que queiram voltar a vestir a farda, renovar o efetivo com mais concursos e investir R$2 bi em tecnologia. Quero ser governador para promover o desenvolvimento regional equilibrado por todas as regiões de Santa Catarina”

Foto de Luis Debiasi

O debate foi de alto nível entre todos os candidatos, que buscaram responder de forma propositiva. Veja alguns destaques das propostas do candidato do PSD-55:

Educação
“Educação é melhorar os salários dos professores. Isso precisa ser prioridade junto com a mudança na forma de ensino. A tecnologia não está aplicada na sua plenitude e essa é uma das causas da evasão escolar”

Ampliar investimentos
“Bons projetos, boa gestão, com redução da máquina pública e financiamentos de longo prazo, essa é receita para aumentarmos os investimentos e o desenvolvimento de Santa Catarina”

Cultura
“Quando se fala de cultura, você está tratando da alma das pessoas, da sua essência. Minha intenção é montar uma equipe enxuta, mas com aqueles mais envolvidas na área, os melhores. E vamos desenvolver todas ações com os especialistas”

Licenciamento ambiental
“Único órgão a ser ampliado em pessoal no meu governo será o ambiental. Temos cerca de 14 mil processos represados, sem resposta. Proteger o meio ambiente e ter segurança jurídica é algo que se faz com qualificação técnica. Temos R$ 70 bilhões em investimentos parados”

No encerramento, o candidato a governador Gelson Merisio fez um pedido aos adversários. Pediu para que lembrem que uma construção conjunta de ações destacou Santa Catarina em relação ao Brasil nas últimas décadas, independente da bandeira partidária, e que só destacar fatos negativos gera uma falsa percepção do que realmente é o estado.

“Santa Catarina tem muitas virtudes e também, claro, problemas a enfrentar. Quero ser governador para resolver os problemas, mas não falando mal do nosso Estado, que é o melhor do Brasil. Peço ao eleitor que olhe e analise o passado e as realizações de cada candidato e suas propostas para o futuro. E que só a partir daí faça a sua escolha para o governo do Estado”, encerrou Merisio.